Queridos alunos e amigos...


A CRIATIVIDADE É UMA FORÇA QUE DORME DENTRO DA GENTE!


MAS, PODE SER ACORDADA DE VÁRIAS MANEIRAS


PORÉM, MOTIVAÇÃO E EXPERIMENTAÇÃO SÃO OS PRINCIPAIS INSTRUMENTOS PARA ESSE "ACORDAR"!

SEJAM BEM VINDOS!


PROFESSORA ROSANE SANTOS

sexta-feira, 1 de março de 2013

TINTAS NATURAIS - COMO FAZER - PROFESSORA ROSANE SANTOS

COMO FAZER TINTAS NATURAIS

O pó de café resulta na cor marrom. Do urucum vem a cor laranja. Do açafrão, a amarela... O processo de produção de tinta artesanal é simples e divertido: basta misturar água e cola branca a um ingrediente natural.

Ao preparar a tinta, os alunos aprendem que não existem apenas produtos industrializados. Antes da produção e utilização, eles podem pesquisar substâncias corantes - outras opções são o carvão e a terra.

Os estudantes maiores conseguem ir além e aproveitar a atividade para estudar outras disciplinas, como Artes e História. Podem aprender, por exemplo, que o pintor Alfredo Volpi (1896 - 1988) preparava as próprias tintas utilizando a técnica de têmpera (pigmentos dissolvidos na clara de ovo). Ou que os índios produzem tintas para pintar o próprio corpo em diferentes ocasiões, como em uma comemoração ou na preparação para a guerra.
 
Material necessário
 
Fotos: Cacá Bratke/Produção Samir Zavitoski/Agradecimento Tok Stok (mesa)
- 100 mililitros de cola branca
- 25 gramas de cada um dos pigmentos naturais: açafrão, terra, pó de café e urucum
- 100 mililitros de água
- 4 potes plásticos
- 4 recipientes
- 1 colher

 
Como fazer
 
1 JUNTANDO OS INGREDIENTES
 
Fotos: Cacá Bratke/Produção Samir Zavitoski/Agradecimento Tok Stok (mesa)
Em um recipiente, coloque 25 mililitros de cola branca, a mesma medida de água e 12,5 gramas (ou uma colher de sopa bem cheia) de urucum. Para conseguir tons mais escuros ou mais claros, ponha mais ou menos corante.


2 PRONTO PARA USAR

Fotos: Cacá Bratke/Produção Samir Zavitoski/Agradecimento Tok Stok (mesa)
Misture tudo com a colher e coloque em um potinho para uso. Esse tipo de tinta é solúvel em água. Por isso, use de preferência em papéis, tecidos ou outras superfícies que não serão lavadas ou expostas à chuva.


CORES MAIS VIVAS

Fotos: Cacá Bratke/Produção Samir Zavitoski/Agradecimento Tok Stok (mesa)
Para fugir dos tons terrosos próprios dos pigmentos naturais, use corantes alimentícios. Esses ingredientes são vendidos em lojas que comercializam materiais para fabricação de chocolate.


TINTAS NATURAIS

Tinta à base de terra: você vai precisar de uma colher de terra, água, jornal, uma peneira, dois recipientes grandes (bacias ou tigelas), vidros com tampas e etiquetas.

Como fazer?

1. Recolha terra argilosa num dos recipientes. Se conseguir terra de várias cores, melhor.

2. Espalhe a terra sobre o jornal e deixe secar bem.

3. Usando a peneira e a colher peneire a terra para outro recipiente.

4. Acrescente água aos poucos, misturando bem, até formar uma pasta uniforme. Coloque as tintas nos vidros com tampa e identifique com etiquetas.

Tinta à base de urucum (colorau): você vai precisar de colorau em pó, água ou óleo de amêndoas. ]

Como fazer?

Misture bem o colorau com água ou óleo.


Tintas da feira: você vai precisar de uma panela com tampa, água, colher, peneira ou coador, bacia, potes de vidro com tampa, etiquetas, gema de ovo, talco.
Além disso, para as cores você vai precisar de:

Casca de jabuticaba (rosa),

casca de uva preta (azul),

amora ou morango (tons avermelhados ou violetas),

espinafre ou erva-mate (verde),

folha de beterraba ou de cenoura (verde),

beterraba (vermelho),

cenoura (laranja),

semente de girassol (amarelo),

pó de café (marrom),

coloral (amarelo e laranja).

Como fazer?

1. Coloque um copo do ingrediente escolhido picado ou em pó na panela. Adicione um litro de água.

2. Tampe a panela e coloque para ferver. Para sua segurança só faça isso com um adulto por perto.

3. Depois que começar a ferver, reduza o fogo e cozinhe de 45 minutos a uma hora mexendo constantemente.

4. Retire do fogo e deixe a mistura esfriar bem.

5. Coe ou passe a mistura na peneira, coloque a tinta nos potes de vidro e identifique usando as etiquetas. Para pintura em papel a tinta está pronta.

6. Para usar na pele, acrescente uma gema de ovo e talco até formar uma pasta que lembra a tinta guache.

 CUIDADO: teste na mão antes de usar na pele toda para prevenir reações alérgicas!

Seu toque faz a diferença!

20 comentários:

  1. adorei essa dica da "tinta de feira" ,pois obtemos varias cores

    ResponderExcluir
  2. Legal . Bem mais facil alem de nao gastar dinheiro com tinta bem prático

    ResponderExcluir
  3. muito legal!achei muito interessante as tintas

    ResponderExcluir
  4. essas quantidades é pra todos misturados ou separados ?

    ResponderExcluir
  5. A vantagem desse tipo de tinta e que n&o tem o problema de intoxicaç&o, como tinta acrilica ou a oleo por exemplo.
    Estou pensando em misturar o pigmento com oleo de cozinha engordurado misturado com gasolina(conservante).
    Da pra usar pasta de dente branca tambem.

    fica aqui a dica.

    ResponderExcluir
  6. essa mistura fica quantos gramas?

    ResponderExcluir
  7. parabéns,eu tbm sou formada em Ciências Biológicas,pós graduada em Mídias na Educação,amei seu trabalho sobre as tintas artesanais,leciono na Rede Estadual de Ensino aqui em MG

    ResponderExcluir
  8. Muito bom o Arrigo, parabéns, sou desenhista e tatuador de henna, me será muito util, obrigado^^^

    ResponderExcluir